¿Deseja contactar connosco?

Home

   

  Acarus siro
  (Linneo, 1758)
  Ordem; Família
Astigmata; Acaridae
  Localização habitual
Espécie micófaga, frequente e abundante em produtos armazenados (cereais, legumes, sementes.), actualmente um pouco menos em domicílios.
  Distribuição
Cosmopolita. Em Espanha é comum, ainda que não muito abundante.
  Tamanho
350 - 650 µm
  Dados biológicos
- Duração ciclo ovo-adulto: 10 dias
- Longevidade fêmea: 30-40 dias
- Fecundidade: 800 ovos/fêmea
  Dados
  epidemiológicos
Pode causar sintomas alérgicos em pessoas que trabalhem com produtos contaminados, bem como por inalação ou contacto. Foi descrito o alergeno Aca s 13.
 
  Blomia tropicalis
  (Cock y Oshima, 1973)
  Ordem; Familia
Astigmata; Echimyopodidae.
  Localizaçao habitual
Produtos armazenados e pó doméstico.
  Distribuiçao
Muito abundante em regiões tropicais e subtropicais. Em Espanha é muito frequente nas Canárias.
  Tamanho
320-457 µm
  Dados biológicos
- Duração ciclo ovo-adulto: 23 dias
- Longevidade fêmea: 58 dias
- Fecundidade: 28 ovos/fêmea
  Dados
  epidemiológicos
B. tropicalis em regiões tropicais e subtropicais pode ser o ácaro doméstico mais abundante, sendo o principal causador de doenças alérgicas como asma, rinite e dermatite atópica. Foi descrita uma centena de alergenos desta espécie.
 
  Cheyletus spp.
  Ordem; Familia
Prostigmata; Cheyletidae
  Localizaçao habitual
Alimenta-se de outras espécies de ácaros, pelo que depende da abundância das presas. Frequente em armazéns de grãos. Presente no pó doméstico.
  Distribuiçao
Cosmopolita, citando-se em várias regiões espanholas.
  Tamanho
400-650 µm
  Dados
  epidemiológicos
Detectaram-se sensibilizações a este ácaro, embora não se conheçam em detalhe os alergenos implicados. Foram descritos casos de urticária popular produzida por picadas deste ácaro.
 
  Chortoglyphus arcuatus
  (Troupeau, 1879)
  Ordem; Familia
Astigmata; Chortoglyphidae
  Localizaçao habitual
Relativamente abundante em pó de quintas, celeiros e armazéns. Também está presente no pó doméstico.
  Distribuiçao
Foi citado na Europa, Ásia e América do Sul. Em Espanha é abundante na Galiza e costa Cantábrica.
  Tamanho
350-400 µm
  Dados
  epidemiológicos
Foram detectadas sensibilizações a este ácaro em pacientes, especialmente em agricultores de quintas, em contacto com produtos contaminados. Tem reactividade cruzada baixa com D. pteronyssinus.
 
  Dermatophagoides farinae
  (Hughes, 1961)
  Ordem; Familia
Astigmata; Pyroglyphidae
  Localizaçao habitual
Muito frequente e abundante no interior de domicílios (tapetes, colchões...).
  Distribuiçao
Cosmopolita. É a segunda espécie mais abundante globalmente, embora seja mais abundante e frequente na América do Norte que na Europa. Parece preferir climas mais continentais e áridos que D. pteronyssinus . Em Espanha é muito abundante nas províncias mediterrânicas.
  Tamanho
360-400 µm
  Dados biológicos
- Duração ciclo ovo-adulto: 35 dias
- Longevidade fêmea: aprox. 70 dias
- Fecundidade: 80 ovos/fêmea
  Dados
  epidemiológicos
Induz sensibilização alérgica (asma, dermatite) em pacientes por inalação dos respectivos alergenos, dos quais se caracterizaram 11, sendo os principais Der f 1 (glicoproteína procedente dos excrementos do ácaro) e Der p 2 (proteína procedente do corpo do ácaro). Apresenta uma reactividade cruzada alta com D. pteronyssinus , D. microceras e E. maynei.
 
  Dermatophagoides microceras
  (Griffiths y Cunnington, 1971)
    Ordem; Familia
Astigmata; Pyroglyphidae
  Localizaçao habitual
presente no pó doméstico.
  Distribuiçao
Foi citado na Europa, América do Norte e África do Sul. Até ao momento, foi encontrado na Catalunha, embora se tenham encontrado pacientes sensibilizados noutras regiões.
  Tamanho
Similar a D. farinae.
  Dados biológicos
- Duração ciclo ovo-adulto: 50 dias
- Longevidade fêmea: aprox. 100 dias
- Fecundidade: 61 ovos/fêmea
  Dados
  epidemiológicos
Espécie muito semelhante a D. farinae, induz sensibilização alérgica (asma, dermatite) em pacientes por inalação dos respectivos alergenos. O seu alergeno principal é o Der m 1.
 
  Dermatophagoides pteronyssinus
  (Trouessart, 1897)
  Ordem; Familia
Astigmata; Pyroglyphidae
  Localizaçao habitual
Muito frequente e abundante em domicílios (colchões, almofadas, tapetes...). É o ácaro dominante nestes biótopos.
  Distribuiçao
Cosmopolita. É a espécie mais frequente, parece ser mais abundante na Europa que na América. Prefere climas mais húmidos e suaves que D. farinae . Em Espanha, encontra-se em todas as regiões.
  Tamanho
350 µm
  Dados biológicos
- Duração ciclo ovo-adulto: 31 dias
- Longevidade fêmea: 70 dias
- Fecundidade: 120 ovos/fêmea
  Dados
  epidemiológicos
Induz sensibilização alérgica (asma, dermatite) em pacientes por inalação ou contacto dos respectivos alergenos. Até à data, caracterizaram-se mais de 10 alergenos, embora os principias sejam Der p1 (glicoproteína procedente dos excrementos do ácaro) e Der p2 (proteína procedente do corpo do ácaro). Apresenta uma reactividade cruzada alta com D. farinae , D. microceras e E. maynei.
 
  Euroglyphus maynei
  (Cooreman, 1950)
  Ordem; Familia
Astigmata; Pyroglyphidae
  Localizaçao habitual
Frequente em domicílios.
  Distribuiçao
Cosmopolita. Em Espanha é comum, especialmente frequente e abundante na cordilheira do norte.
  Tamanho
280 µm
  Dados biológicos
- Duração ciclo ovo-adulto: 33 dias
- Fecundidade: 84 ovos/fêmea
  Dados
  epidemiológicos
Induz sensibilização alérgica (asma, dermatite) em pacientes por inalação dos respectivos alergenos. Os alergenos descritos desta espécie são Eur m 2 e Eur m 14. Apresenta uma reactividade cruzada alta com D. pteronyssinus e D. farinae.
 
  Glycyphagus domesticus
  (De Geer, 1778)
  Ordem; Familia
Astigmata; Glycyphagidae
  Localizaçao habitual
Relativamente abundante em armazéns de alimentos e grãos. Também está presente no pó doméstico.
  Distribuiçao
Paleártica, mais frequente em climas temperados. Em Espanha é comum, especialmente em zonas rurais.
  Tamanho
400-750 µm
  Dados biológicos
- Duração ciclo ovo-adulto: 22 dias
  Dados
  epidemiológicos
Foram citados casos de dermatite em manipuladores de alimentos contaminados com este ácaro. Também produz sintomas alérgicos em pacientes sensibilizados. Foi descrito o alergeno Gly d 2. Apresenta uma reactividade cruzada alta com L. destructor e T. putrescentiae e baixa com D. pteronyssinus e A. siro.
 
  Lepidoglyphus destructor
  (Schrank, 1781)
  Ordem; Familia
Astigmata; Glycyphagidae
  Localizaçao habitual
Produtos armazenados e pó doméstico.
  Distribuiçao
Cosmopolita. É comum em todas as partes de Espanha, especialmente em zonas rurais.
  Tamanho
420-560 µm
  Dados biológicos
- Duração ciclo ovo-adulto: 24 dias
- Longevidade fêmea: 20-25 dias
- Fecundidade: 120-130 ovos/fêmea
  Dados
  epidemiológicos
Este ácaro foi descrito como causa de doenças alérgicas (asma bronquial, rinoconjuntivite) em pessoas expostas a ambientes onde se armazenavam alimentos. No entanto, nos últimos anos referiram-se inúmeros casos de alergia em outros ambientes, especialmente domésticos. Foram descritos 5 alergenos, embora o alergeno principal de L. destructor seja o Lep d 2 relacionado com o tracto gastrintestinal. Apresenta reactividade cruzada alta com G. domesticus , B. tropicalis e D. farinae.
 
  Tyrophagus putrescentiae
  (Schrank, 1781)
  Ordem; Familia
Astigmata; Acaridae
  Localizaçao habitual
Espécie micófaga, muito frequente em produtos armazenados (cereais, legumes, sementes, frutos...) especialmente em alimentos com alto teor de gorduras e/ou proteínas. Presente ocasionalmente em casas, especialmente em cozinhas e despensas.
  Distribuiçao
Cosmopolita. Em Espanha é comum tanto no pó doméstico como em cozinhas e despensas.
  Tamanho
320-410 µm
  Dados biológicos
- Duração ciclo ovo-adulto: 14 dias
- Longevidade fêmea: 18-20 dias
- Fecundidade: 327-380 ovos/fêmea
  Dados
  epidemiológicos
Pode causar asma bronquial e rinoconjuntivite em ambientes rurais ou em pessoas que trabalhem em contacto com alimentos contaminados, também foram descritas reacções alérgicas na ingestão destes alimentos. Deste ácaro, caracterizou-se o alergeno principal Tyr p 2. Apresenta uma reactividade cruzada alta com outros ácaros de produtos armazenados como G. domesticus e L. destructor.

Laboratorios LETI, S.L., 2005. Todos os direitos reservados. Bibliografia que avaliza o conteúdo deste site